× cardápios segmentos cupons de desconto galeria conteúdo classificados agenda quem somos fale conosco
Baixe nosso aplicativo:
Quem somos Fale conosco

A sua lista telefônica

Ansiedade sexual
Quando falamos de ansiedade sexual estamos falando de um conjunto de emoções e sentimentos bastante desagradáveis que têm um pano de fundo em comum: as relações sexuais. Estão incluídos o medo, tensão, rejeição e, finalmente, as disfunções.

As razões para que isso aconteça podem ser as mais diversas, mas os efeitos são sempre muito difíceis de lidar:

Abusos: A ansiedade sexual pode surgir de diversos fatores como por exemplo de experiências traumáticas de abusos. O abuso sexual é mais frequente do que acreditamos ser, em parte porque muitas vítimas acabam em silêncio ou silenciadas. Além disso, estamos falando de um tema tabu que historicamente foi negligenciado, assim deixando na vítima fortes traumas em relação ao sexo.

Educação restritiva ou Religião: Existem famílias que falar sobre sexo é algo muito grave, e com isso se quebra o ciclo de possíveis informações, sendo assim o assunto sexo vira proibição, e muitas vezes é sinônimo de julgamentos. Existem ainda algumas linhas ideológicas que julgam o sexo como algo sujo, vergonhoso, ou que apenas serve para a procriação da espécie, e quem foi criado neste ambiente, vai ter que lutar muito para conseguir ver o sexo como algo prazeroso, e também belo.

Falta de informação e medo de fracassar: As vezes a ansiedade frente ao sexo, vem pelo desconhecido que assim causa medo e evitação. A falta de experiência e, portanto, de conhecimento sobre o sexo também pode fazer aparecer o medo de não ter um desempenho satisfatório na relação. Mas a verdade é que cada um de nós tem uma definição bastante particular do que é um “desempenho satisfatório”, e isso vai variar muito de pessoa para pessoa. De qualquer forma, esse tipo de pensamento leva à ansiedade sexual.

E vale ressaltar que neste quesito os homens acabam tendo uma pressão ainda maior, pela própria cultura que homem não pode ter dificuldades no sexo, o que nada tem sentido, pois tanto homens como mulheres são seres humanos e portanto podem sentir, medo e insegurança em qualquer situação.

Podemos também ressaltar aqui como um obstáculo os transtornos mentais, como por exemplo a depressão, a própria ansiedade, dificuldade de aceitar o próprio corpo, e dificuldades dentro do relacionamento, e confiança quebrada.

Em alguns casos a ansiedade pode acabar levando ao surgimento de algumas disfunções sexuais, assim diminuindo o desejo, e aumentando a dificuldade de sentir prazer, também observamos problemas de ejaculação precoce ou dores durante a relação. Tudo isso acaba criando uma barreira dentro do próprio relacionamento, por isso é tão importante uma intervenção profissional.

A ansiedade sexual tem diferentes níveis, e alguns demandam a ajuda do profissional, enquanto outros apenas uma mudança de hábitos. De uma forma ou de outra se você sentir dificuldades em encontrar uma solução, o melhor sempre é buscar a ajuda, sempre comece buscando um médico que poderá excluir qualquer problema orgânico ou efeito de alguma medicação. Se todas as hipóteses tanto a orgânica, como físicas e medicamentosas forem excluídas, talvez seja o momento de procurar um psicólogo, pois se a ansiedade ou alguma dificuldade emocional estiverem por trás do problema, este profissional vai conseguir encontrar uma melhor solução para você.

Talice Fernanda Ghion
PSICÓLOGA
CRP 07/25049