× cardápios segmentos cupons de desconto galeria conteúdo classificados agenda quem somos fale conosco
Baixe nosso aplicativo:
Quem somos Fale conosco

A sua lista telefônica

A insegurança pode destruir o teu relacionamento
Um dos maiores problemas de um casal pode ser a insegurança, parece que ela é algo inofensivo, mas pasmem ela pode ser uma grande aliada a destruição do seu relacionamento.

Pense aqui comigo, quantas vezes você deixou a insegurança falar mais alto em seu relacionamento? Quantas vezes pela insegurança você falou ou fez coisas sem pensar, e se arrependeu mais tarde?

O que precisar saber sobre a insegurança?

Primeiro, a insegurança nada mais é do que um sentimento de inadequação, ou de ameaça, e quem nunca a teve, que jogue a primeira pedra. Pois bem, este sentimento de desconfiança a nós mesmos de vez, em quando é muito natural a gente sentir. Diferente da insegurança crônica que vem para desestabilizar a nós mesmos e as nossas relações.

A insegurança crônica rouba sua paz e impede que você possa se envolver com seu parceiro de forma relaxada e autêntica. As ações que vêm da insegurança, sempre pedindo atenção, sentindo ciúmes e fazendo acusações, podem acabar com relacionamentos.

De onde surge?

O sentimento pode começar no início da vida com um apego inseguro a seus pais, ou pode se desenvolver depois de ser ferida ou rejeitada por alguém que você gosta.

As inseguranças são mantidas e construídas quando você se compara negativamente com outras pessoas e se julga com um diálogo interno crítico. A maioria da insegurança de relacionamento é baseada em pensamentos e medos irracionais, que você não é boa o suficiente, que você não estará bem sem um parceiro, que nunca mais encontrará alguém melhor, que você não é verdadeiramente adorável.

Como superar a insegurança?

O sentimento de insegurança é resultado de medos que todo ser humano carrega: o medo de ser rejeitado, abandonado ou de perder alguém importante. Uma pessoa insegura vive como se estivesse sempre ameaçada, vivendo na expectativa de que os outros a abandonem.

Se você é muito inseguro e sente que isso prejudica seus relacionamentos, vale a pena conferir as dicas a seguir:

Responsabilidade: Você só é capaz de superar ou mudar as coisas que dependem de você. Por isso, o primeiro passo é assumir sua responsabilidade sobre a insegurança que você sente.

Consciência: Conhecer sua história de vida, as experiências negativas e compreender a origem dos medos são atitudes essenciais para superá-los.

Valorização: Para superar a insegurança, você precisa ter consciência do seu valor, do seu papel e das suas qualidades. Portanto, pare de olhar apenas para o que está errado e comece a valorizar suas qualidades.

Autoconhecimento: Não existe formula mágica, mas existe os processos terapêuticos que são ferramentas que trabalham a insegurança de maneira profunda. Isso é feito por meio da promoção do autoconhecimento, que é o principal combustível para você se libertar dos processos inconscientes. É necessário se conhecer para se compreender e largar as amarras que lhe prendem, até hoje.

Talice Fernanda Ghion
PSICÓLOGA
CRP 07/25049